Cronograma de Atividades da Greve – Período de 07/05 à 11/05

Segunda-feira (07/05)

!4h – 16h: “Anti-museu aberto”

Local: Espaço de Vivência “Carlos Marighella” (barracão)

16h – 18h: Exibição do filme “A fonte das mulheres

Local: CINE MARX (sala 17)

18h – 19h: Reunião dos estudantes que são professores em escolas da rede estadual de São Paulo

Local: Pátio central

19h: Plenária do comando de greve

Local: Pátio central

Terça-feira (08/05)

14h – 16h: Debate: A estrutura de poder na universidade

Local: Pátio central

16h – 18h: Oficina/propaganda

Local: Pátio central

18h – 20h: Debate/advogados (a confirmar)

Local: Pátio central

20h: Plenária do comando de greve 

Quarta-feira (09/05)

9h: Ato/CONSU

18h: Exibição do filme A batalha do Chile

Local: CINE MARX (sala 17)

Quinta-feira (10/05)

15h – 18h: Atividade Coletivo IES – Jogos – Futebol de rua (times a serem formados na hora), Truco, Pingue-pong e um debate político sobre o movimento estudantil.

16h – 19h: exibição de vídeos sobre a greve

Local: Pátio central

19h: Assembleia geral dos estudantes

Sexta-feira (11/05)

15h – 18h: Horário livre para eventuais discussões e reuniões de grupos/comissões e etc.

18h: Debate sobre a repressão ao movimento estudantil com a presença de advogados do movimento estudantil. Local: Teatro.

20h: plenária do comando de greve. Local: a definir.

 

Esse post foi publicado em Agenda da semana. Bookmark o link permanente.

13 respostas para Cronograma de Atividades da Greve – Período de 07/05 à 11/05

  1. Alpha disse:

    praticamente uma agenda marginal hauahauahau

  2. Ué, mas o Leduíno não estaria no campus na segunda, para negociar com o comando de greve????

  3. Pedro Camargo disse:

    O Leduíno tinha marcado de ir na terça feira, para uma segunda reunião com a comissão de diálogo. Mas isto talvez mude, uma vez que garantimos uma primeira negociação direta com o reitor a ser definida segunda ou terça feira…

  4. Carlinhos Cachoeira disse:

    um oferecimento de: PCO

  5. marcelo disse:

    A verdade do movimento grevista. O texto da “frente 5 de maio” que foi deletado do blog grevista:

    http://fimdagrevenaunifespguarulhos.blogspot.com.br/2012/05/entenda-polemica-da-frente-05-de-maio.html

  6. Vinícius de Oliveira Bessi disse:

    “Manifesto CONTRAPONTO

    Vemos se repetir ao passar dos anos na UNIFESP, um modelo de debate que propõe de forma exaustiva as seguintes indagações: “que universidade nós queremos?”, “que ideal de sociedade nós queremos”?”. Contudo, essencialmente nas últimas semanas do debate público que vem se intensificando na comunidade acadêmica, não é difícil perceber que tais questões jamais sairão do terreno vago das suposições se não respondermos a uma questão crucial que pontua todas as demais, nunca antes respondidas: “quais instrumentos dispomos nesse momento a fim de construir o movimento estudantil eficiente que queremos ver?”.

    O modelo vigente de assembleias, comandos de greve e comissões coloca o estudante em uma situação limítrofe, onde aquele que opta por tornar pública a sua opinião, necessariamente tem de tornar pública a sua figura. Dessa forma, sua imagem fica exposta à avaliação rigorosa dos demais sob a pena – nada remota – de receber vaias e gritos de hostilidade. Assim, as assembleias revelam-se espaços de reprodução do senso comum, de rechace de opiniões adversas, de intolerância e de discursos autoritários e inflamados. Revela-se como espaços não da democracia, mas da aclamação da crítica vã e da retórica vazia, bem como espetáculos de hostilidade.

    As assembleias, enquanto espaços de autogestão das atividades do corpo discente, devem ser lugares propícios ao diálogo, à tolerância e ao respeito. Todo e qualquer estudante deve ter sua fala assegurada e respeitada igualmente, independente de seus credos e filiações político-partidárias, religiosas, etc. Essa é uma condição sine qua non para que se garanta um movimento democrático, pois democracia sem pluralidade, sem diversidade, é uma ditadura da maioria sobre as minorias. É domínio faccioso sobre a variedade de opiniões dos estudantes do campi. Portando, declaramos aqui que não somos adeptos a esse modelo.

    As discussões que temos realizado nos levam a concluir que esse modus operandi tão costumeiramente utilizado, e repetido por nosso movimento estudantil se mantém vigente primordialmente devido ao caráter ideológico atual, que surge com déficit de planejamento. A inexistência de entidades estudantis permanentes e de maior abrangência impossibilita, de um lado, a mobilização constante dos estudantes, e gera, de outro, o predomínio dos atuais grupos.
    Como consequência, temos a grave dificuldade de organização e de diálogo e, especialmente, de negociação com os poderes instaurados na universidade (as tão citadas burocracia e hierarquias acadêmicas). Como exemplo dessas dificuldades tivemos a demora de cerca de 2 semanas para a elaboração de uma pauta de reinvindicações. O histórico mais recente evidencia ainda mais a problemática: após mais de um mês da instauração da greve atual é que finalmente se formou uma comissão de negociação.

    Esse atraso nos avanços da greve é fruto também da inversão lógica que tem sido feita das mobilizações estudantis. O desenvolvimento do movimento deve passar por algumas etapas, necessárias para a maturação das ideias e reinvindicações: 1) discussão da pauta; 2)negociação da pauta; e, por fim, se houver a resposta negativa dos poderes estabelecidos, 3) debate aberto sobre a necessidade de utilização do recurso de paralisação. O método inverso que é adotado pelos representantes atuais apenas tem gerado desgastes e frustrações.

    Como dito, acreditamos que isso seja resultado da ausência de entidades de representação estudantil que dê às mobilizações um caráter de constância.

    Dessa forma, propomos:

    1) que o movimento passe a se focar incansavelmente nas negociações, ao invés de agir de forma a enfatizar relações de força, que se revelam como formas improvisadas e autoritárias de comando.

    2) que formem-se grupos que avaliem aprofundadamente as demandas da nossa pauta, de maneira a poder esclarecer aos estudantes a viabilidade das demandas, os processos judiciais que lhe cabem e que apontem os poderes com os quais devemos negociar quando as reinvindicações não estiverem na esfera universitária, de forma que nossa luta seja clara e objetiva;

    3) que inicie-se o processo de construção de um Diretório Acadêmico, que organize as discussões relativas ao estatuto do DA e forme um calendário visando o processo eleitoral pelo modelo de chapas;

    Por fim, repudiamos:
    1 ) o uso de “piquetes excludentes”, ou seja, a intimidação aos alunos que não aderiram a greve, de forma que isso apenas lhes afasta ainda mais das movimentações estudantis;

    2 ) a falta de respeito nas assembleias, declaramos repúdio total às vaias. Reafirmamos que o movimento estudantil é um espaço de pluralidade, variedade, tolerância e respeito, e que as vaias condizem com espaços de alienação e não de emancipação;

    3) o fim do espírito de “queda de braço”.É necessário dialogar com docentes, funcionários, e também com os as instituições burucráticas. As opiniões amplamente difundidas de que os docentes são “apenas reacionários” impedem o crescimento qualitativo do movimento e culminaram, após uma série de tensões e em desententimentos entre o movimento estudantil e os docentes

    Fabio Preturlon
    Viviane Sanchez
    Iann Longhini
    Gabriela Helena Tingas
    Rene Araujo
    Silvia Helena Paiva Espindola
    Eliete Della Viola
    Angelina Michelle de Lucena Moreno
    William Tomio Sinkai
    Kathleen Angulo
    Conrado Lima
    Vinicius Bessi
    Jonas Tavares de Souza
    André S. Fernandes
    Maíra Kikuti
    Lima Carlos
    Pamela Christy M. Muniz
    Caio Fernando
    Raquel Mugayar
    Wilver Portella
    Felipe Campos
    Silvia Alcantara
    Anderson Ferreira da Silva”

  7. Vinícius de Oliveira Bessi disse:

    Gostaria de pedir para que o moderador do blog publicasse o comentário que fiz acima no qual eu repliquei em outros posts do blog como uma publicação para uma abertura democrática, referente a discussão de mais pontos de vista sobre o processo do movimento estudantil, o que só tem a enriquecer o debate.

  8. Vinícius de Oliveira Bessi disse:

    Gostaria primeiramente de agradecer a adesão ao manifesto e a divulgação do mesmo, porém acho importante ressaltar que não há nenhuma posição definida com relação as pessoas que idealizaram tal manifesto (seja a favor ou contra a greve), o que estamos buscando com o manifesto é remodelar o movimento estudantil. Hoje este movimento encontra-se desgastado e com problemas em agregar os estudantes e suas pluralidades e é isso que queremos primeiramente contribuir, portanto não quero que pensem que o manifesto é uma manifestação em si apenas para o fim da greve, isso vai da posição particular de cada integrante tanto do manifesto como dos novos adeptos e simpatizantes (há pessoas que são a favor a continuidade da paralização e outras contra), porém há um consenso que da maneira que está não pode ficar, continuando ou não a greve o manifesto visa mudar os rumos do movimento estudantil em si e da mobilização constante por todos os alunos, conciliando as suas diferenças e pluralidades.

  9. A BUROCRACIA E OS ALPHACETE ESCROTINHOS DE JOELHOS!

    O Reitor, a Diretoria Acadêmica, Parte da Congregação e ainda os “Alphacetes Escrotinhos” (que durante a crise revelam a cada manifestação seu verdadeiro caráter)!

    VIOLÊNCIA: ENQUANTO A UNIFESP NÃO VER SANGUE – NA VÃ TENTATIVA DE CRIMINALIZAR O MOVIMENTO ESTUDANTIL, NÃO VAI PARAR!

    Ministério Público Federal e MEC: enquanto não ocorrer uma TRAGÉDIA NA UNIFESP PIMENTAS, ESTA DIREÇÃO DA UNIFESP, APOIADA POR VÁRIOS DOCENTES DA UNIFESP PIMENTAS, não vão parar!

    Ontem, decorrente do ambiente tenso, somado a vários FATOS OCORRIDOS DESDE O INÍCIO DESTA GREVE, demonstra mais uma VEZ a FALA DE DIÁLOGO de grande parte da direção da UNIFESP, RESPALDADAS POR PARTE DO CONSU – CONSELHO UNIVERSITÁRIO.

    Citamos o CONSU, UMA VEZ QUE SE REUNIU ESTA SEMANA E NÃO “COLOCARAM NA PAUTA A GREVE UNIFESP 2012. Um absurdo, mas claro, quem conhece o tal ESTATUTO DEMOCRÁTICO DA UNIFESP, não poderia esperar outra COISA!

    POLICIAIS COM “PUNHOS EM ARMA”, adentrar a UNIVERSIDADE!

    Como pode a SOCIEDADE E AS AUTORIDADES não enxergaram as MANOBRAS REPRESSORES E PROVOCATIVAS DE GRANDE, bancada por PARTE DA DIREÇÃO DA UNIFESP (CONSU, REITORIA, DIRETORIA ACADEMICA E CONGREÇÃO DO CAMPUS GUARULHOS), CONDUZAM DESTA FORMA A GREVE UNIFESP 2012?

    ESTÁ FICANDO CADA VEZ MAIS CLARA A INTENÇÃO: QUEREM “CONTRIBUIR INDIRETAMENTE PARA UMA TRAGÉDIA”. Única forma de, ACABAR COM A GREVE e, depois, o CASO IR PARA O JUDICIARIO E DORMIR EM BERÇO EXPLENDIDO, enquanto as PIZZAS DA UNIFESP e o famoso “ACERTO DE BALAIO”, mantenha tudo COMO ANTES NO QUARTEL DE ARANTESS???

    Isto sim representa UMA VERDADEIRA POLÍTICA CRIMINOSA DE PARTE DA DIREÇÃO DA UNIFESP. Querem de qualquer jeito ACABAR COM A GREVE (sempre sutilmente: vejam a tal CARTA ENVIADA AOS ESTUDANTES VIA CORREIO).

    Como podem INDUZIR A SOCIEDADE que a GREVE É A CULPADA?

    Não só as GREVES DESDE 2007 já apontavam o que OCORREIRIA, como também, o DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (Docentes) leu em reunião publica (coisa rara) da CONGREGAÇÃO uma manifesto ALERTANDO OS RISCOS DE MAIS 700 ESTUDANTES EM 2012!

    Isto tudo em reunião quase no final de 2011!

    ANTI-GREVE PELO PELA MENTIRA!

    Ninguém falou, por exemplo, que o ESTUDANTE ANTI-GREVE, tentando MANIPULAR OS PRESENTES, dizendo que a questão do MEC e ALESP foi algo MANIPULADO pelo pessoal da OCUPAÇÃO, FOI DESMASCARADO NA FRENTE DE TODO MUNDO, quando foi provado pelo celular de um dos presentes que, embora NÃO ESTÁ PARTICIPANDO DO COMANDO DE GREVE e AINDA OCUPAÇÃO, estava no dia da DESOCUPAÇÃO e, por registro no CELULAR mostrou para vários dos presentes e deixou à DISPOSIÇÃO DO ESTUDANTE QUE MENTIA DE FORMA GROTESCA para que conferisse o CELULAR COM O REGISTRO DAS LIGAÇÕES.

    O registro que continua à disposição continha o telefone do DEPUTADO ESTADUAL ALENCAR, LIDER DA BANCADA DO PT NA ALESP, dando retorno dos contatos realizados com o Ministério da Educação.

    GREVE 2012: ALÉM DOS MUROS DA UNIFESP PIMENTAS

    Portanto, tanto o MEC quanto a ALESP – Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, articulados pelo PT (outro deputado – da comissão de educação, contato de outros estudantes) e PSOL (também da comissão de educação, contato de estudantes) entraram na discussão sobre a UNIFESP!

    O informe dado na ASSEMBLÉIA DOS ESTUDANTES, além do MEC que se posicionou contra intervir na autonomia universitária (resultado de lutas estudantis nos anos 60, 70…) – MAS, poderia NOMEAR REPRESENTANTE PARA ACOMPANHAR AS NEGOCIAÇÕES.

    Outro informe IMPORTANTE: na reunião com 2 (DOIS) representantes do Dep. Alencar, ambos foram informados sobre a ALESP e, mais, sugerido que eles levassem ao Dep. Alencar a solicitação de fortalecer contato com o Prefeito Sebastião de Almeida (que se dispôs a sentar com os ESTUDANTES NO ATO DO CÉU PIMENTAS), tendo em vista questões como o TRANSPORTE MUNICIPAL QUE ATENDA OS PIMENTAS; Creche; Escola Infantil na Unifesp e que atenda a população em projeto integrado com a Unifesp; Restaurante Popular e outros assuntos ligados ao Município.

    Também, na mesma reunião, esclarecido que o movimento estudantil quer contato com o GOVERNO DO ESTADO, uma vez que Guarulhos não TEM TRANSPORTE PÚBLICO ESTATUDAL DE QUALIDADE; LINHA DE TREM ou METRÔ, reivindicações ANTIGAS DA PROPRIA POPULAÇÃO DE GUARULHOS.

    Desta forma, DIFERENTE DAS MANIFESTAÇÕES ANTERIORES, a GREVE 2012 ESTÁ ROMPENDO COM O ISOLAMENTO partindo para a SOCIEDADE E PODERES CONSTÍTUIDO, única forma de: 1. Desmascarar o jogo de empurra-empurra; 2. Unir os ESTUDANTES DA UNIFESP GUARULHOS NA SOCIEDADE BRASILEIRA.

    HERMENEUTICA DO AFETO

    Agora o mais incrível: somente os AFETADOS PELA LÓGICA DA HERMENEUTICA DO AFETO (antes era ALIENAÇÃO MESMO e, pesquisem, tem trabalhos acadêmicos na área de psicologia, sobre o assunto) – que se COLOCAM COMO ESTUDANTES, VÃO ORGANIZADOS PELO APARELHO BUROCRÁTICO DA DIRETORIA ACADÊMICA (pesquisem todas as MANOBRAS QUE VISAVAM ACABAR COM A GREVE), não enxergam a CLARA E AMADORA INTENÇÃO DA DIRETORIA DE “D I V I D I R PARA REINAR” (VER MAQUIÁVEL)!

    São impressionantes as tentativas INFANTIS E AMADORAS (na assembléia eles -*- ficam sem os MESTRES para orientar) a que ponto chega estes -*-“alphacetes escrotinhos” e, agora REVELADA PUBLICAMENTE: A FACE DE M E N T I R O S O S” ainda conseguem VOTOS DE ESTUDANTES para tumultuar a ASSEMBLÉIA GERAL E VOTAR CONTRA A GREVE, manipulando na cara dura, aliados ainda à DIRETORIA, ALGUNS DOCENTES E PARTE DA CONGREGAÇÃO, principalmente os ESTUDANTES QUE AINDA ESTÃO INDECISOS! Esta GALERA precisa sair de cima do MURO, participar e fazer seu JUÍZO DE VALOR. Nunca defendemos o VOTO PEDALADO. Acorda PESSOAL!

    DESESPERO TOTAL: QUE FAZER?

    Pelo desespero da DIRETORIA ACADÊMICA E PARTE DA CONGREÇÃO diante da ATITUDE INSANA relatas em vários episódios, inclusive ontem, visando ACABAR COM A PRIMEIRA GREVE QUE ESTÁ ISOLANDO TANTO OS QUE ADORAM COMETER OS “DESVIOS PEQUENO-BURGUESES” se descolando do que a MAIORIA DOS ESTUDANTES QUE PARTICIPAM E VOTAM NAS ASSEMBLÉIAS – palco em que qualquer manobra, seja dos ALOPRADOS “ALPHACETES ESCROTINHOS” ou de DESVIOS PEQUENO-BURGUESES, dando RUMOS À GREVE sem abrir mão de serem os SUJEITOS DESTA HISTÓRIA.

    Erram a BUROCRACIA (ESTÁ PERDIDA, IMAGINEM, CHAMAM O MOVIMENTO DE HORIZONTAL, SEM LÍDER – claro, um líder é mais fácil corromper ou punir); OS ALPHACETES ESCROTINHOS (Preconceituosos, Machistas – PORCOS CHAUVINISTAS e diversos outros “apelidos” do típico sujeito PRÁTICO-UTILITÁRIO) e a galera que cometem e não admitem diversos DESVIOS PEQUENO-BURGUESES.

    GALERA: TEMOS DE FAZER O MOVIMENTO DIALÉTICO!

    Recomendamos, para os incautos, leiam bastante, não adianta ficar no PRATICISMO, temos de abstrair sem preconceitos, manipulações ou desvios pequeno-burgueses com a própria história. Agora, galera de tudo que é lado (democracia e enfrentamento no PROCESSO E NA LUTA é democracia que fortaleçam TODOS e não apenas meia dúzia): VÃO LER SUN TZU e HO CHI MINH. Depois, OPINE!

    A NOVIDADE (a outra FACE da academia) DA GREVE 2012!

    Por último, e não menos IMPORTANTE: a GREVE UNIFESP PIMENTAS GUARULHOS avança para além da PRECARIZAÇÃO DO CAMPUS e que envolve toda uma PAUTA MATERIAL. Ela avança sobre 2 (DOIS) pontos. Um é bandeira de LUTA DOS ESTUDANTES DE TODO O PAÍS e, outra, POUCOS MOVIMENTOS ESTUDANTIS OUSARAM ENFRENTAR, vamos lá:

    PONTO 1

    LUTA CONTRA A REPRESSÃO E CRIMINALIZAÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL

    PONTO 2

    LUTA CONTRA ESTA CASTA ENVELHECIDA E RESPONSÁVEL PELOS SUJEITOS “PRÁTICO-UTILITÁRIOS: BUROCRACIA ACADÊMICA IMPOSTA E PERPETUADA POR PARTE DOS DOCENTES.

    Além das aberrações citadas em todas as publicações (Vide parte da CONGREGAÇÃO FORMADA NA MAIORIA POR DOCENTES), ESTAMOS APURANDO INDIVIDUALMENTE VERDADEIRAS ABERRAÇÕES, NUNCA ANTES REVELADA NESTE PAÍS: a grave incidência de ALGUNS DOCENTES (NÃO TEMOS AINDA MAIS NOMES) QUE ACHARCAM, PREJUDICAM, PRESSIONAM, SACANEIAM estudantes nas SALAS DE AULA e, TUDO ISTO, na mais PERFEITA SUTILIZA ACADEMICISTA E PERVERSA!

    Aguardem! Será o próximo PASSO. Muitos sabem disto e, ou estão com MÊDO, INERTES OU SÃO HIPÓCRITAS MESMO! Aguardem!

    Em tempo: ESTA CASTA BUROCRÁTICA ESCOLÁSTICA usa de PRESSÃO SOBRE OS DEMAIS DOCENTES QUE APOIAM E SABEM QUE OS ESTUDANTES ESTÃO CORRETOS, LUTANDO CONTRA ESTE ESTADO DE COISAS DENTRO DA UNIFESP!

    JUS SPERNIANDIS E A LUTA CONTINUA!

    Para fechar, oportuno deixar dois recados:

    1) PARA A pequena ENXURRADA DE PROTESTOS DESTE PESSOAL PRÁTICO-UTILITÁRIO (verifiquem, são sempre os mesmos): ler JUS SPERNIANDS – pesquise, deve ter outras interpretações) e,

    2) BANDEIRA DE LUTA DO MOVIMENTO ESTUDANTIL GREVE 2012.

    RECADO 1:

    Relacionadas: jus postulandi mais…
    Significados de jus sperniandis:

    Clique aqui se você CONCORDA com essa definição! 5 sim, 0 não Clique aqui se você NÃO CONCORDA com essa definição!

    1. Jus sperniandis
    Enviado por w. s. (SC) em 23-05-2010

    Pronuncia-se: “Iús Sperniândis”. Expressão latina que não existe de fato, mas foi criada nos meios acadêmicos por estudantes de Direito e empregada atualmente até por professores da área, apenas no meio estudantil. Não é escrita e não existe no mundo jurídico. É uma forma de dizer que a coisa ou fato está “esperneando” ou terminando, concluindo ou definhando.

    Causus est jus sperniandis – Quer dizer: o fato está sendo concluso, terminado, perdido ou acabado

    RECADO 2:

    ESTA É A NOSSA BANDEIRA DE LUTA! O RESTO É SUBSERVIÊNCIA!

    GREVE UNIFESP 2012

    *Por uma EDUCAÇÃO PÚBLICA GRATUITA, UNIVERSAL, DEMOCRÁTICA E DE QUALIDADE
    *Por uma UNIVERSIDADE sem MUROS
    *Contra: CRIMINALIZAÇÃO de 100 ESTUDANTES
    *Contra: PRECARIZAÇÃO e TRANSFERÊNCIA DO CAMPUS PIMENTAS PARA SÃO PAULO
    *Contra: BUROCRACIA ESCOLÁSTICA ASSISTENCIALISTA

  10. Unifesp Pimentas disse:
    12 de maio de 2012 às 8:00 pm

  11. VAMOS LUTAR CONTRA A TRAGÉDIA ANUNCIADA NOS PIMENTAS?

    INTRODUÇÃO NECESSÁRIA

    – ATENÇÃO: O MINISTÉRIO DA SAÚDE MENTAL ALERTA: TEXTOS MUITO LONGOS FAZEM MAL À SAÚDE MENTAL!

    – O barato é louco e o processo é lento!

    – A CRISE PESSOAL ou SOCIAL é um instrumento valioso para a HUMANIDADE. Ela é DETERMINANTE para revelar privadamente ou publicamente as entranhas BIOLÓGICAS e as FUNÇÕES PSICOLÓGICAS SUPERIORES!

    – Portanto: ESTUDANTE NÃO FERRA ESTUDANTE. ESTUDANTES SE JUNTA COM ESTUDANTE PARA FERRAR QUE ESTÁ FERRANDO OS ESTUDANTES!

    O INICIO…

    Tem muita gente “PRONTA, PREPARADA e LOUCA para PANCADARIAS”.
    Que colabore quem é CONTRA QUALQUER TIPO DE VIOLÊNCIA!

    INTRODUÇÃO

    Depois da TENSA ASSEMBLÉIA visando os rumos da GREVE DOS ESTUNDANTES, garantida pela DIREITO CONSTITUCIONAL BRASILEIRO, até porque se pauta legitimamente na PRECARIZAÇÃO E CONSEQUENTE MÁ QUALIDADE DO ENSINO e das CONDIÇÕES DE TRABALHO NA UNIFESP PIMENTAS – vale fazer um distanciamento “benjaminiano”.

    Embora existam questionamentos de alguns setores quanto ao resultado da última assembléia do dia 10/05/2012 (NÃO VAMOS ENTRAR NO MÉRITO) ou ainda da violência ocorrida no FINAL, causando nova divisão entre os ESTUDANTES (verdadeiras vítimas deste estado de coisas), pela própria manutenção da MESA ELEITA, podemos afirmar que sua composição e direcionamento dos trabalhos até a votação, foram assegurados pela mesma.

    Correta a atitude desta MESA que, DIANTE DO ESTADO DE CONFLITOS INSTAURADO E IMPOSSÍVEL DE ADMINISTRAR, após longas intervenções, deu por encerrado os trabalhos. Portanto, parabéns à maioria que compôs esta mesa pela ATITUDE RESPONSÁVEL.

    Ainda, manteve-se o critério APROVADO EM ASSEMBLÉIA GERAL: composição da mesa com 01 (UM) ESTUDANTE DE CADA CURSO e, entre eles, distribui-se as tarefas a serem executadas, visando garantir o andamento dos trabalhos!

    Sabemos também ser impossível qualquer mesa que venha a ser eleita sair ELOGIADA, um pouco como o JUIZ DE FUTEBOL. E não venham com a afirmação de que os estudantes são desorganizados ou qualquer outro termo! Vide a primeira e TENSA ASSEMBLÉIA DOS DOCENTES: tanto as intervenções quanto a MESA foram objetos de contestações entre as partes que tinham suas diferenças, inclusive sobre a proposta de PARALIZAÇÃO!

    Uma questão que traz uma diferença entre as assembléias dos ESTUDANTES e dos DOCENTES é o NÍVEL DE INTERFERÊNCIA gigantesco por parte da BUROCRACIA DA UNIFESP. Basta estudar os FATOS E FACTÓIDES, alguns insanos e com dinheiro público (seguindo orientação jurídica com futuras intenções. Sejam quais forem, vai aparecer!) e que antecederam todas as 5 (cinco) assembléias dos estudantes.

    Talvez toda esta história da GREVE DO CAMPUS PIMENTAS seja escrita mantendo como critério a VERDADE, uma vez que tudo aponta – TALVEZ – não haverá ACORDOS ENTRE OS SUJEITOS à frente deste PROCESSO. Mas, como de costume, não custa registrar mais este ponto de vista. Melhor se PREVINIR!

    Após esta caracterização inicial, vamos avançar para outros pontos.

    BREVE RETROSPECTO 2007 a 2012!

    Até o momento temos um CAMINHÃO DE MOTIVOS QUE CULMINARAM NO POSSÍVEL CANCELAMENTO DO SEMESTRE DE 2012!

    GRAVES DENUNCIAS relativas à “MÁ GESTÃO DA UNIFESP” com os resultados já amplamente discutidos quanto à PRECARIEDADE do Campus e das CONDIÇÕES DE ENSINO e TRABALHO no Campus-Pimentas-Guarulhos datam de 2007 e não tem COMO NEGAR!

    Caso restem dúvidas, pesquise: primeiro a denuncia publica do DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS em reunião da CONGREGAÇÃO no final de 2011 – embora, denunciado desde 2007; em segundo na pauta de reivindicações dos ESTUDANTES; em terceiro na caracterização e pauta de reivindicações dos DOCENTES e TÉCNICOS; em quarto: em colóquio recente a REITORIA assumiu falhas com o Campus Pimentas; na gestão deste Campus como também, ainda citou, que devido aos problemas, o CAMPUS da antiga EPM, Vila Clementino, estava em “crise existencial”!

    Portanto, com tudo isto e já ANTECIPANDO as manobras burocráticas da DIRETORIA ACADÊMICA E PARTE DA CONGREGAÇÃO, vão certamente CANCELAR O SEMESTRE (tem comentários) e, facilmente sabemos de quem será a CULPA: GREVE DOS ESTUDANTES!

    Pensamos que, fora dos AMBIENTES DE DISPUTAS DAS ASSEMBLÉIAS, faz-se necessário que os ESTUDANTES, DOCENTES e TÉCNICOS envolvidos nesta LUTA, façam um distanciamento, reflitam e dentro da proposta que ninguém nega “TEMOS DE HUMANIZAR A HUMANIDADES DO CAMPUS PIMENTAS”, lutemos para construir uma PLENÁRIA como um possível fórum de ampla discussão, com tempo e sem a LOUCURA INSANA de fazer DEFESAS em 2 ou 3 MINUTOS!

    Sabemos de antemão que todos os interessados em POTENCIALIZAR OS CONFLITOS vão JOGAR CONTRA QUALQUER PROPOSTA QUE LEVE À CONSTRUÇÃO DE UM DIÁLOGO RACIONAL! No entanto, com exceção desta última assembléia, sucessivamente os ESTUDANTES VOTAM PELA CONTINUIDADE DA GREVE NA FAIXA DOS 80% DOS VOTOS.

    Portanto, quem está DETERMINANDO A LINHA DA GREVE É A ASSEMBLÉIA GERAL DOS ESTUDANTES. Falácia quando as pessoas dizem serem os partidos ou pessoas sejam de ultra-esquerda ou direita. Claro, seria hipocrisia afirmar que determinadas pessoas ou grupos organizados não tentam dar pedaladas – as famosas MANOBRAS.

    Agora, é a tal pratica de uma sociedade PRÁTICO-UTILITÁRIA e da qual fazemos parte, seja na condição de ALIENADO ou NÃO. Vamos deixar de ser hipócritas e falaciosos, mas na sociedade e sistema atual, tanto o sujeito INDIVIDUALISTA quanto as MANOBRAS está praticamente “naturalizada” em qualquer disputa, desde a célula mater da sociedade, a família, passando por diversos grupos de todas as correntes políticas e religiosas.

    Quem tiver dúvida quanto à “sagrada questão religiosa”, primeiro, vá estudar a história de todas as religiões ao longo dos séculos e as suas CONSEQUENCIAS – claro, salvo e sabemos o porquê, os tais afetados pela “HERMENEUTICA DO AFETO” que enchem os bolsos de GENTE OPORTUNISTA por traz das igrejas. Em tempo, fica o convite, caso ainda esteja em cartaz, indicamos a peça “PEQUENAS IGREJAS, GRANDES NEGÓCIOS” do Grupo de Teatro Botija!

    Neste ANGÚ dos Pimentas – tem muito caroço!

    São gente e organizações de todos os lados envolvidos nesta história. A começar pelo PT – Partido dos Trabalhadores, autor e executor intelectual do REUNI; depois vem o restante: CONSU (leia-se EPM); Reitoria (idem); Diretoria e Congregação! Não estamos nem entrando nos demais CAMPI!

    CAROÇO (INTERESSES INDIVIDUAIS E DE GRUPOS) TEM TAMBÉM!

    Antes que uma “TRAGÉDIA ANUNCIADA”, vide o caso de POLICIAIS ARMADOS QUE ADENTRARAM O CAMPUS quando da ÚLTIMA ASSEMBLÉIA e, ainda, a quantidade de ESTUDANTES GRITANDO “FORA POLÍCIA”, tudo isto a poucos metros e digam não ser FALTA DE RESPONSÁBILIDADE (e intrasigência bélica) do REITOR em não aceitar a AUDIÊNCIA PÚBLICA NO CAMPUS PIMENTAS para início das NEGOCIAÇÕES, conforme ampla divulgação.

    ISTO TUDO INTERESSA A QUEM?

    TODA CAMINHADA SE CONSTRÓI CAMINHANDO, até porque, o BARATO É LOUCO E O PROCESSO É LENTO!

    DITADO ÁRABE “CONTEXTUALIZADO” PARA O CAMPUS PIMENTAS!
    Os Cães Ladram e a Caravana Passa
    Os cães ladram, no caso a BUROCRACIA DA UNIFESP e seus CONFESSOS LACAIOS, os “ALPHACINHAS ESCROTINHOS MACHISTAS E PRECONCEITUOSOS e ESCOLÁSTICOS e a caravana passa, também neste caso, a ASSEMBLÉIA GERAL DOS ESTUDANTES DA UNIFESP PIMENTAS-GUARULHOS… Um sábio ditado árabe, diz que não importa o latido dos cães, não importa o barulho que façam, a caravana segue o seu caminho, apesar deles… existe uma LUTA a ser preservada: a PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2012 e POSIÇÃO POLÍTICA POR ESCRITO DA UNIFESP A FAVOR DOS 48 ESTUDANTES CRIMINALIZADOS PELO MPF (AMANHÃ PODERÁ SER VOCÊ – VÁ LER BERTOLT BRECHT), e nada vai impedir que a caravana siga o seu rumo…mesmo que pare por alguns momentos, mesmo que alguns cães se julguem alimentados pegando os restos que caíram durante a passagem, a caravana segue o seu rumo, mais fortalecida, mais coesa, deixando cada vez mais longe o barulho dos cães esfomeados. Uma caravana é feita de SUJEITOS, gestos, de sonhos, de atitudes, de longas vivências, de cumplicidades, de sentimentos fortes, de amizade, de amor e de desejos (DE CIÚMES DOENTIL, DE FOFOCAS, de DESVIOS PEQUENO-BURGUESES). Ela segue o seu caminho, totalmente indiferente ao ganido de cães enlouquecidos, atrás de alguma VIOLÊNCIA PRÉ-MEDITADA…

    PROBLEMATIZAÇÃO?
    TALVEZ SEJA A SOLUÇÃO!

    PROPOSTA DO COLETIVO “FILOSOFIA DA PRÁXIS”
    PROPOSTA DO COLETIVO “FILOSOFIA DA PRÁXIS”
    PROPOSTA DO COLETIVO “FILOSOFIA DA PRÁXIS”

    Proposta “I”

    PLENÁRIA-DEBATE: A VERDADE OBJETIVA DO CAMPUS PIMENTAS-GUARULHOS!

    GARANTIA NA MESA DE PARTICIPAÇÃO DOS QUE DEFENDEM OU SÃO CONTRÁRIOS À GREVE 2012 (de pessoas ou GRUPOS ORGANIZADOS)

    PAUTA:

    1. Debate sobre a CRISE DO CAMPUS PIMENTAS E UNIFESP
    2. FORTALECIMENTO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL
    3. DOCUMENTÁRIO JURÍDICO DO COMANDO DE GREVE

    Convidados: ESTUDANTES, DOCENTES, TÉCNICOS, SOCIEDADE E AUTORIDADES.

    PERÍODO
    VESPERTINO – 15h00min às 17h30min
    NOTURNO – 20 às 22h30min

    MESA: 02 ESTUDANTE, 02 DOCENTES e 02 TÉCNICOS
    (de cada categoria, deverá ser garantido um representante de cada posição favorável ou contrária à GREVE 2012)

    DIVISÃODO TEMPO
    TEMPO: PRIMORDIAL PARA GARANTIR UM MÍNIMO DE RACIONALIDADE.

    Qual a motivação quanto à POSIÇÃO BELICISTA INTIMIDATÓRIA DO REITOR, executada pela DIRETORIA ACADÊMICA e PARTE DA CONGREGAÇÃO?

    Embora seja tarefa para ampla discussão o momento TÁTICO (e não de PRINCIPIOS, ô galera desinformada que cometem “desvios pequeno-burgueses” e “lideram o movimento”, inclusive seus “cumpridores de funções menores” dos famosos “CAPAS PRETAS” – vá pesquisar e larga de ser alienado pretenso-revolucionário) indica realizar uma pequena pesquisa dentro da nossa academia, quanto às pretensões da BUROCRACIA DA UNIFESP. Vamos lá:

    i) Qual será a JUSTIFICATIVA do REITOR ao responder para o Ministério da Educação – MEC e/ou Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP, caso aceite a Audiência Pública para o dia 21/05/2012, devera levar quanto à PRECARIZAÇÃO e conseqüente comprometimento da QUALIDADE DE ENSINO e CONDIÇÕES TRABALHO no Campus Pimentas Guarulhos?

    1) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA DO PT.
    2) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA DO CONSU.
    3) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA DAS CONGREGAÇÕES.
    4) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA DA EPM e FAP.
    5) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA DA REITORIA.
    6) A PRECARIZAÇÃO É PROBLEMA RESULTANTE DAS GREVES, INTRASIGENCIA E RADICALISMO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL.

    ii) Qual será a JUSTIFICATIVA do REITOR ao responder para o Ministério da Educação – MEC e/ou Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP, caso aceite a Audiência Pública para o dia 21/05/2012 pelo “PROVAVEL” CANCELAMENTO DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2012 ou ainda ALGUMA TRAGÉDIA NO CAMPUS PIMENTAS-GUARULHOS?

    1) ALTERNATIVAS 01 a 04 da pergunta “i”.
    2) ALTERNATIVA 05 da pergunta “i”
    3) ALTERNATIVA 06 da pergunta “i”.

    Proposta “II”

    Em tempo: este questionário poderá servir como DOCUMENTO para o Movimento Grevista 2012 e, em segundo, poderá ser parte da pauta da PLENÁRIA DA VERDADE.

    TALVEZ O MOMENTO SEJA PROPÍCIO. AINDA TEMOS TEMPO!
    Saudações estudantis e ATÉ A VITÓRIA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s