Evasão X Renda Familiar: a urgência de investimento em permanência no campus Guarulhos

– Em 2009, das 338 evasões da UNIFESP, 157 foram de Guarulhos:

Dessas 157 vagas ociosas, 30 foram preenchidas no processo de transferência externa (anexo 1), sendo que 54 pessoas se candidataram às vagas (anexo 2)

– Em 2010, das 468 evasões, 150 foram de Guarulhos:
Dessas 150 vagas ociosas, 24 foram preenchidas no processo de transferência externa (anexo 3), sendo que 31 pessoas se candidataram às vagas (anexo 4)

– Em 2011, das 522 evasões, 211 foram de Guarulhos:
Dessas 211 vagas ociosas, 21 foram preenchidas no processo de transferência externa (anexo 5), sendo que 27 pessoas se candidataram às vagas (anexo 6)

Total de evasões dos últimos três anos: 1328
Evasões do campus Guarulhos dos últimos três anos: 518 (39% do total)
Vagas preenchidas em processo de transferência externa nos últimos três anos: 75
Vagas ociosas remanescentes: 443

Nas paginas 24 e 25 deste estudo constam as faixas de renda familiar por campus: o campus Guarulhos é o de renda mais baixa e tem o maior índice de alunos que trabalham para sustentar a família.

Visualizem os documentos:

Anexo 1 – Vagas preenchidas 2009-2010

Anexo 2 – numero de candidatos 2009-2010

Anexo 3 – Vagas preenchidas 2010-2011

Anexo 4 – numero de candidatos 2010-2011

Anexo 5 – Vagas preenchidas 2011-2012

Anexo 6 – numero de candidatos 2011-2012

Esse post foi publicado em Acontece na UNIFESP, Acontece no campus e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para Evasão X Renda Familiar: a urgência de investimento em permanência no campus Guarulhos

  1. Jeferson disse:

    Por que não também levar em consideração que as evasões são fruto das constantes greves anuais que permeiam a universidade anualmente ?. Esquecem – se do fato que diante não só das condições estruturais (digno de nota que TODOS os cursos de humanas no Brasil sofre do mesmo problema crônico como o prédio de geografia e história da USP, por exemplo, que é o mesmo prédio ‘provisório definitivo’ criado na década de 1970), mas também de um semestre insuficiente que não se conclui com efetividade graças as constantes paralisações grevistas, levando os alunos assim a solicitarem a transferência para universidades que ao menos ofereçam um mínimo de garantia e previsibilidade de conclusão de curso.

    Neste sentido o movimento grevista não só na UNIFESP, mas em várias universidades brasileiras também tem parcela de culpa na evasão.

    PS: É uma falácia acreditar que ‘a luta é pelo bem coletivo’ porque segundo Thomas Hobbes: ‘O homem é o lobo do homem’ ou como diz o dito popular: ‘De boa vontade, o inferno tá cheio’.

  2. Jeferson disse:

    …”o campus Guarulhos é o de renda mais baixa e tem o maior índice de alunos que trabalham para sustentar a família”.

    Então está explicado porque só a minoria apóia a greve, faz piquete e vai na reitoria para realizar um ‘café filosófico’.

  3. Ana Alice disse:

    Me enquadro neste caso, com dois filhos pequenos e trabalhando para sustentá-los fico pensando em sair da faculdade por que como vou repor aulas em épocas que eles não estaram em suas “escolas”. Paralisar tá fácil, duro vai ser repor!

    • Social Democracia disse:

      Ana, uma menina que vinha na minha van desistiu do curso de letras diante dessa greve, não tinha como continuar pagando a condução sem usar (para nos que dependemos de van e assim)! Triste demais, pois ela estava muito animada por ter iniciado a faculdade, mas quando perguntou para os colegas veteranos sobre essas greves e soube que todo semestre e essa pautaria, dai saiu de vez!

      • Ana Alice disse:

        Já nem sei se sou a favor ou contra essa greve… que a situação é precária, sim com certeza… agora qual o limite da luta???? Será que os prejudicados não seremos nós mesmos…. tenho muitas dúvidas qto aos rumos da greve…. talvez entre mesmo na estatística da evasão…. Percebo muitos partidos envolvidos e muitas pessoas que não dão o minimo de valor para a conquista de entrar numa UNIFESP, talvez seja só um nome, talvez o diploma valha algo…. Ou talvez eu que esteja super valorizado minha chance de estudar… uma pena….

  4. hehe disse:

    2009 (ano de greve): 157 evasões
    2010 (ano de greve): 150 evasões
    2011 (ano sem greve): 211 evasões

    ué?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s