Divulgação: Roda de discussão para esclarecimento!

Esse post foi publicado em Acontece no campus e marcado , . Guardar link permanente.

14 respostas para Divulgação: Roda de discussão para esclarecimento!

  1. Comunicacao, peço encarecidamente que o campo assunto do blog seja colocado o assunto da postagem. Estamos com o blog do CAPED seguindo as publicacoes da greveunifesp. Valeu. .

  2. Comunista disse:

    Essa roda de discussão será manipulada como as assembleias?

  3. spirituarise disse:

    A ânsia de salvar a humanidade é quase sempre uma desculpa para a ânsia de governá-la. (H.L. Mencken)

  4. Alpha disse:

    Para eles estarem fazendo tal coisa, provavelmente estão começando a se dar conta do descrédito crescente que esse grupo está tendo frente aos discentes. Particularmente eu não dou crédito algum a eles porque é o mesmo grupo que simplesmente rechaça qualquer alternativa a essa greve, vide o texto que fora públicado a título de “Manifesto Não Importa o Ponto”, que simplesmente fora um desrespeito a quem, cordial e pacificamente, propusera uma abordagem diferente de resolver esse problema. Discutir “como as coisas estão sendo feitas” depois de toda esse caos e todo esse desgaste, o que inclui hostilidades entre estudantes, soa-me como uma celebração à hipocrisia. Por isso penso que, em vez de discussões inúteis, sou a favor do fim imediato dessa paralisação, pois houve tempo e oportunidade para se discutir isso antes mesmo dessa greve ocorrer.

    • Jess Lice disse:

      A iniciativa faz parte de um grupo de pessoas que ainda acredita no diálogo e no debate para sanarmos algumas de nossas diferenças. Muita gente não é contra a greve, mas contra algumas ações do movimento e estamos aqui para esclarecer e debater os últimos acontecimentos.

      • Alpha disse:

        Concorda que seja possível sanar tal diferença em outro foro que não a própria paralisação? Por exemplo, como o movimento estudantil é um problema recorrente, eu particularmente seria a favor de, por exemplo, dedicar uns 3 dias para um seminário só para esse tema, com participação até da diretoria acadêmica e dos docentes, aí sim seria legal até para elaborar um documento que tornasse institucional o movimento estudantil e a forma de participação discente nos assuntos pertinentes ao campus.

      • ReeSeeker disse:

        O problema do movimento é a sede de revolução!!! Puta hipocrisia, querem tanto ser ouvidos, mas eles gritam demais. No berro ninguem nunca venceu nada. Foram birrentos e não escutavam opniao diferente da deles. Se acham os donos da verdade com todo esse papinho revolucionário. Mas não é novidade que o mundo nao gira ao redor deles, e respeito e aceitação os anti-grevistas merecem!!! Cade a tal da igualdade que eles tanto falam? Serve só em beneficio deles? Para mim eles cederam tarde a esse tal “diálogo”
        Mas antes tarde do que nunca né.
        Quem sabe todos, grevistas e nao grevistas não concordem, mas entrem em um ponto de equilibrio?
        Porque a solução precisa ser exclusivamente a greve?
        Os grevistas foram irredutiveis nesse aspecto!!!
        Mas até que enfim caíram na real.
        Assim espero né… Óh gloria!!!!!!! –‘

    • Frida Kahlo disse:

      Em resumo caro Alpha, a água já esta batendo na bunda….

      • Alpha disse:

        olha, nesse momento estou tomando umas num barzinho e pensando a respeito, inclusive até abordo o problema com um amigo que também é aluno do campus, chegamos a uma conclusāo comum: estamos todos fodidos… e o pior, por causa de delírios que saíram do controle, pois individualmente todos perderam algo, seja tempo, esforçou ou até mesmo o encanto.

  5. Diante disso tudo, lanço o seguinte fato para reflexão:

    Como pessoas antenadas com a realidade que nós, estudantes de humanas, somos, vocês já devem estar sabendo que no mês que vêm será publicado edital para um concurso de professores da prefeitura de São Paulo, no qual serão oferecidas um bom número de vagas. E que, uma vez que o índice de candidatos aprovados no último concurso para professores do Estado que estão realmente em exercício no cargo é muito baixo em relação ao número de vagas que se ofereceram, a SEE pretende para breve promover um novo concurso para o ingresso na carreira docente.

    Pois bem, considerando o fato de que a minha formatura (e a de vários colegas), que deveria se dar no fim deste ano, possivelmente será adiada em um semestre devido aos últimos acontecimentos em nosso campus, e considerando ainda que não recebemos ajuda financeira de quem quer que seja para nos manter na universidade e para nos suster (e por isso muitas vezes temos que nos submeter a um emprego bunda pra poder arcar com tais despesas), será justo que por causa, talvez, da vaidade pessoal de alguns colegas, percamos uma oportunidade que estamos aguardando tão ansiosamente, para a qual estamos nos preparando há anos e é, em suma, a razão pela qual entramos numa universidade (vale lembrar que, caso sejamos aprovados em todas as etapas destes concursos, só poderemos assumir as nossas vagas se tivermos na mão o diploma da licenciatura)???

    O que pretendo com isso não é desqualificar aqueles que acreditam na luta por uma universidade melhor (uma vez que ela definitivamente está muito, mas muito longe de ser o paraíso que nos prometeram), nem lançar uma ofensa a quem quer que seja; mas sim a partir deste fato que citei (e que, certamente, deve ser um dilema que não é exclusivo a mim) lançar uma reflexão sobre os rumos do movimento que julga ser o representante de nós, os alunos (que, se já provou sobejamente não ser santo, não é o dragão da maldade a ser combatido pelo santo guerreiro)… E aí, o que os colegas acham???

    • R.Racin disse:

      Adriano,

      há algum tempo um grupo de alunos-professores vem discutindo a nossa situação aqui na região, e pensando formas de atuação no sentido de acesso à universidade pública. Acho que esse ponto apresentado é novo, pelo menos pra mim que também sou professor do ensino médio.
      Diante disso, podíamos marcar uma data para uma discussão mais ampla a respeito da reflexão que você propôs, além de outros temas que já vinhamos discutindo. Caso se interesse mesmo pela discussão, podemos nos encontrar aqui no campus ou mesmo agendar uma reunião pela internet para um dia específico com o local a definir. Se achar interessante também podemos abrir um tópico específico aqui no blog da greve ou até mesmo em outro espaço on-line adequado.
      Fico no aguardo de sua manifestação.
      abs.

  6. Jeferson disse:

    Participar nessa reunião para quê ?. Para discutir osexo dos anjos,só se for…. Todos sabem que eu sou contra a greve desde 22 de março,se acaso eu participar dessa reunião é claro que o movimento grevista não irá interromper a greve pela exposição domeu ponto de vista. Resumindo, será outra perda de tempo para aqueles que são contra a greve.

    • Frida Kahlo disse:

      Verdade! A reunião vai ser tão meiga, pacifica como uma confraria! Pena que nas tais assembléias não e assim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s