Carta aberta dos estudantes do campus São Paulo da Unifesp

Os estudantes do campus São Paulo da Unifesp (Biomedicina, Fonoaudiologia, Medicina, Enfermagem e Tecnologias em Saúde), vêm, por meio desta carta, comunicar que deliberamos em  assembleia geral greve dos discentes à partir de hoje, 29 de maio de 2012. Somos guiados pelo descontentamento  com as atuais condições de infraestrutura, ensino, assistência estudantil, representatividade nos Conselhos de nossa instituição e autonomia, as quais estamos submetidos. Foram muitas as tentativas de sanar os problemas por meio de ofícios, reuniões, abaixo-assinados, dentre outras medidas, sem nenhum sucesso. Acreditamos que avançaremos em nossas reivindicações mediante greve, visto que é um instrumento eficaz de luta, historicamente consolidado pelos trabalhadores. Seguem abaixo as reivindicações:

  • Reforma imediata de anfiteatros e dependências;
  • Reforma imediata dos laboratórios;
  • Reforma imediata do restaurante universitário e aumento da capacidade de atendimento;
  • Construção de moradia estudantil em local acessível e capacitada de atender à demanda;
  • Aumento da quantidade e da remuneração das bolsas de auxílio permanência;
  • Ampliação do horário de funcionamento da Biblioteca (de segunda a sexta das 7h00 às 22h00 e de sábado e domingo das 8h00 às 13h00);
  • Conquista de paridade dos votos entre as três categorias– estudantes, docentes e técnicos administrativos- nas diversas instâncias representativas da universidade;
  • Retomada da autonomia discente nos espaços universitários com gerência estudantil;
  • Reconhecimento da legitimidade da greve dos estudantes e consequente garantia de não prejuízo ou punição dos estudantes que aderirem à greve sejam por mecanismos acadêmicos (faltas, notas, etc) ou administrativos;
  • Reforma curricular realizada de modo democrático;
  • Garantia de segurança nos arredores das dependências da Unifesp na Vila Clementino

Ao final da nossa assembleia, foi formado um comando de greve composto por estudantes dos cinco cursos do campus, através do qual será estabelecida a comunicação com a direção da universidade para o cumprimento de nossa agenda de reivindicações. Esperamos contar com o apoio da comunidade Unifesp, visto que é de interesse geral a melhoria na qualidade das condições de ensino e permanência universitárias.

Esse post foi publicado em Informes. Bookmark o link permanente.

20 respostas para Carta aberta dos estudantes do campus São Paulo da Unifesp

  1. grevista disse:

    rumo à greve geral! todos à assembleia intercampi deflagrar nossa greve geral… todos os campi unidos.

  2. grevista disse:

    Comentei antes de vc Alpha… hahahaha, o Alpha que faz a vigília da madrugada no site deve estar dormindo….hahaha

  3. Mercadante, vem pro Pimentas. disse:

    Mercadante, vem pro Pimentas.

    • Presidenta Dilma e Ministro Mercadante

      Alguma dúvida mais quanto a LEGITIMIDADE da Pauta dos Estudantes da Unifesp Guarulhos:

      1.Contra a REPRESSÃO E A CRIMINALIZAÇÃO DOS ESTUDANTES PELA REITORIA, CONSU, CONGREGAÇÃO E DIRETORIA ACADÊMICA.
      2.DEMOCRACIA COM ELEIÇÕES DIRETAS NA UNIFESP E PROPORCIONALIDADE NAS INSTÂNCIAS, ÚNICA FORMA DE GARANTIR TRANSPARÊNCIA.
      3.INFRAESTRUTURA QUE GARANTA A QUALIDADE DA UNIVERSIDADE.

      ANDES: AGUARDAMOS POSICIONAMENTO DESTA ENTIDADE QUANTO UNIFESP GUARULHOS PIMENTAS E NOSSA PAUTA.

      DIA 16 DE JUNHO DE 2012: FESTA JUNINA POPULAR UNIFESP PIMENTAS, ORGANIZADA PELA COMUNIDADE LOCAL E OS ESTUDANTES.

      PROJETO: QUE UNIVERSIDADE QUEREMOS EM ANDAMENTO, VAMOS INICIAR A PINTURA DA FACHADA DA UNIVERSIDADE.

      • Escolásticos Falcões da Congregação do Campus Guarulhos Pimentas e Diretor Acadêmico, responsáveis pela precarização e REPRESSÃO em Guarulhos, agora estão precisando do apoio dos DOCENTES QUE NÃO PACTUARAM COM VOCÊS?

        E QUANTO A GREVE NÃO SER A ÚNICA FORMA DE RESOLVER OS PROBLEMAS, JÁ ARRANJARAM OUTRA ALTERNATIVA? A GREVE E A OCUPAÇÃO VOS AGUARDA!

        • Leila disse:

          ai, Juraci, as pessoas até já se cansaram de te ridicularizar e vc ainda tá ai! acha mesmo que alguém ainda lê o que vc escreve? acha mesmo? Kkkkkk!

          • Alpha disse:

            Leila, essa aqui foi a pérola dele da semana, só Deus sabe quanto ri…kkkk

            “PARA NÃO FALAREM QUE SÃO DISCURSOS PANFLETÁRIOS, VEJAM AS MOBILIZAÇÕES QUE AOS POUCOS ESTÃO TRAZENDO A POPULAÇÃO DOS PIMENTAS PARA DENTRO DA UNIVERSIDADE, SENDO QUE A PRÓXIMA SERÁ COM OS “SKATISTAS”, quando deverão trazer um PROJETO DE PISTA para, JUNTOS, disputarmos o PROJETO DA UNIVERSIDADE ABERTA DOS PIMENTAS OU DO “ALTO DO TIÊTE”!!!!!!!!!!!!!!!!!!

            Alto do Tiête??????????
            ALTO DO TIÊTE???????
            A L T O DO T I Ê T E??

            Que PORRA É ESTÁ?”

          • Leila disse:

            alto do tiête?
            sabe, quando vejo em letras garrafais sempre as mesmas palavras: LACAIOS DO REITOR, PRECARIZAÇÃO, CRIMINALIZAÇÃO DOS ESTUDANTES, PRÁTICO-UTILITÁRIO… sei que é hora de descer a barra de rolagem porque lá vem o discurso desconexo do ancião!

  4. só quero estudar! disse:

    “Foram muitas as tentativas de sanar os problemas por meio de ofícios, reuniões, abaixo-assinados, dentre outras medidas, sem nenhum sucesso. ”

    Se o campus Guarulhos seguisse essa sequência também, garanto que muitos que são contra a greve (inclusive eu) dariam apoio à causa.
    É impressionante como uma escola de Humanas não há cabeças pensantes o suficientemente capazes para organizar um movimento estudantil.

    Por isso o campus está desse jeito. Só se vê o comando de greve se perdendo em seus próprios erros e apelando para o sensacionalismo que eles tanto condenam.

    • Alpha disse:

      Fico impressionado como o Campus de Humanas, composto por alguns que se julgam na vanguarda do movimento estudantil, tem muito a aprender com outros campi da instituição. Digo e insisto: acreditar-se como dono da razão exclui toda a diversidade de opiniões que poderiam contribuir e unir ainda mais os estudantes do campus. O modo como a mobilização nos outros campi está sendo conduzida é mais do que uma constatação da nossa ineficiência ao tentar equacionar uma multiplicidade de pensamentos que são de praxe numa faculdade de humanas, é uma lição de humildade.

      • só quero estudar! disse:

        Pois é amigo Alpha. Só eles não se deram conta disso. Ou perceberam, mas por orgulho não dão o braço a torcer. Parece birra de criança que quer o doce na prateleira do supermercado. Chego a sentir uma certa vergonha alheia. Já pensou num futuro próximo, quando citarmos nossa formação e dizer: “Me formei na Unifesp Guarulhos” … Vão pensar que somos todos da mesma laia do Sr. da Praxis e sua trupe.

        Abaixo a hipocrisia!!!!!!

        • Alpha disse:

          Duvido que não tenha se dado conta, prova disso é a forma truculenta de condução dos eventos na faculdade, isso acontece é porque o apoio é mínimo. Tenho para mim que há entre os alunos pelo menos três posturas quanto aos absurdos ocorridos lá: há os que são a favor, contra e os que são indiferentes (pois recuso-me a julgar a indiferença como neutralidade). Para mim a grande maioria não é contra, mas indiferente ao que acontece lá, como se fosse algo que não lhe dissesse respeito.

  5. Leila disse:

    derrubam o muro e pedem segurança. oi?

  6. Mário Medina disse:

    Notem:um campus elitizado como o de São Paulo tomando atitudes radicalizadas para a conquista de uma pauta de reivindicações…isso configura um puta desenvolvimento na luta por melhorias,transparência e democracia na universidade. Agora todos os campi unidos,desde os primos pobres do Pimentas,passando por todos os campus da famigerada extensão,até a tradicional Escola Paulista de Medicina,tem uma grande tarefa a cumprir.
    Rumo à greve geral!
    Pela saída imediata do reitor Albertoni!
    Por uma nova forma de estrutura acadêmica,horizontal e democrática!

  7. Mario santos disse:

    Campus SP sim sabe fazer greve. Poderiamos mandar nosso comando ter umas aulinhas com eles. Digo muitas aulas para ver se aprendem a no minimo fazer uma greve decente.

  8. Luis Carlos disse:

    Parabéns ao Blog pela publicação da Carta Aberta… Muitos comentários desvirtuaram e fugiram dos pressupostos e autorizativos da carta aberta, entretanto, tenho que parabenizar o Juraci Baena Garcia pela identificação no texto, corajosa. ´Parabéns Juraci pelo apoio ao movimento estudantil.
    As Indelicadezas, rispidez e ofensas dirigidas a você em quase todos fóruns revelam intolerância e preconceito.
    Quem é este Alpha?

    • Alpha disse:

      Alouu Luis Carlos, recomendo que você tenha a bondade de olhar os tópicos desde o início da paralisação em Gurarulhos para então formar uma opinião que pelo menos tenha a sensatez de observar ambos os lados, do contrário, estará apenas reproduzindo opiniões cuja matéria-prima deriva desse ser que lhe é tão caro.

      • Luís Carlos,

        Toda situação de crise revela o âmago das pessoas. Na Unifesp Guarulhos, pretendo, caso não seja expulso, escrever “AS VEIAS ABERTAS DA UNIFESP”.
        Estes mais de 60 dias de greve e mais recente a te-ocupação revelaram a loucura de vários personagens e que envolve desde o CONSU, Reitoria, Congregação, Diretoria Acadêmica, Estudantes e, porquê não, eu mesmo.
        Surgiram vários personagens: ALPHACETES, ESCOLÁSTICOS, MENCHEVIQUES, SEM NOÇÃO, PEQUENOS DITADORES, FOGO AMIGO, PÁRA-QUEDISTA entre outros.
        Revelou ainda as manobras, vacilos, trairagens, medo, oportunismos, tribos, puxadas de tapetes, infantilidades diversas, disputas por territórios, machismo, preconceitos diversos, facismo e vai por aí.
        Por último e não menos importante o TRATOR que estão montando para CRIMINALIZAR ESTUDANTES GREVISTAS. Não da para entender como o MPF e a ANVISA ainda não foram visitar o tal BANDEJÃO DA UNIFESP CAMPUS GUARULHOS depois das gravíssimas denuncias colocadas no BLOG DA GREVE que já ultrapassou mais de 6.000 visitas por dia?
        Tem mais informações, fica pra depois.
        Agradecemos o apoio dado que estendo a dezenas de ESTUDANTES que estão ocupando a universidade, particularmente nosso coletivo Filosofia da Práxis.

        Juraci Baena Garcia
        Graduando em Filosofia
        54 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s