Justiça nega pedido de reintegração de posse, CRISE institucional declarada!

A justiça negou hoje, 01 de junho de 2012, o pedido de reintegração de posse emitido pela reitoria. A alegação da justiça é que o descaso das instâncias administrativas é responsável pela situação do campus e que a reintegração de posse nesse momento não é a solução dos problemas.

Diante disso, a crise institucional está escancarada. E A OCUPAÇÃO PERSISTE COM FORÇA TOTAL.

leia a nota oficial na integra

“A 1ª Vara Federal em Guarulhos/SP determinou que a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) comprove, em cinco dias, quais foram as providências adotadas, a partir de 2010, para melhorar o campus a fim de sanar as falhas apontadas pelos alunos.

As divergências entre os estudantes e a universidade datam de 2010, quando desde então os alunos reivindicam, inclusive com ações simbólicas, algumas benfeitorias no campus de Guarulhos, como auxílio-permanência, construção do campus definitivo e moradia estudantil, o que garantiria melhores condições para seus estudos.

Em virtude da atual ocupação do prédio da instituição, a UNIFESP entrou com pedido de reintegração de posse. Esse não é o primeiro pedido pleiteado pela universidade. Em 5/5/2012, após decisão judicial, os alunos grevistas que ocupavam o prédio saíram pacificamente das instalações sem necessidade de força policial. Contudo, alega a UNIFESP que, mesmo após a desocupação, os estudantes continuaram com a paralisação apesar de todas as tentativas realizadas pela diretoria para o restabelecimento da normalidade nas atividades estudantis. Afirma que devido às manifestações uma parte do muro da universidade foi destruída e que está comprometendo a segurança do patrimônio, tendo em vista que as instalações estão sendo ocupadas por pessoas externas à comunidade discente.

Oficiais de Justiça visitaram o local e constataram que o campus está totalmente ocupado, bem como a destruição do muro. O vice-diretor e o diretor do campus, que recepcionaram os oficiais, relataram que a ocupação era liderada por dois estudantes e que os mesmos documentavam suas atividades por meio de página na internet. Todavia, não foi possível a identificação de qualquer aluno, uma vez que os ocupantes argumentaram que se tratava de um movimento estudantil, sem qualquer liderança.

O juíz da 1ª Vara Federal em Guarulhos/SP entendeu que a determinação para a desocupação do prédio não será solução para o problema que persiste há cerca de dois anos, uma vez que a  discussão é bem mais profunda e que uma liminar de reintegração de posse não a solucionaria.

A decisão afirma que “a providência ora determinada encontra sua razão de ser na inoperância da UNIFESP, que após reintegrada na sua posse, sequer tomou as medidas necessárias para o resguardo dessa posse, deixando inclusive perecer o próprio em que se encontra instalada, permitindo que pessoas estranhas ao Campus de Guarulhos se alojem no local”. (KS)”

fonte: http://www.jfsp.jus.br/unifesp-ter-de-informar-sobre-as-melhorias-no-campus-guarulhos/

Esse post foi publicado em Informes e marcado , . Guardar link permanente.

13 respostas para Justiça nega pedido de reintegração de posse, CRISE institucional declarada!

  1. Jess Lice disse:

    A pedagoga do amor precisa se manifestar…
    ALPHA CADE VC????????????

    hhohohohohoh

    • Alpha disse:

      Amore… se você soubesse kkkkkkkkk

    • marucosan disse:

      O Alpha é meio misantropo, mas no fundo acho que ele não queria ver estudantes sendo empalados… agora, uns que comentam aqui, se leram a notícia na noite passada, brigaram com o travesseiro… muito bom!!!

      • Alpha disse:

        Continuo sendo contra a ocupação e a paralisação das aulas, mas também não vou ser ingênuo o suficiente para desconsiderar a omissão da Unifesp em simplesmente ter largado aquilo às traças, a parte boa é que agora tem alguém exigindo explicações das ações da Unifesp.

      • Alpha disse:

        O que me animou mesmo foi a justiça entender que tanto a ocupação quanto a reintegração não é o cerne do problema… agora a reitoria terá de dar explicações detalhadas acerca do porquê as reivindicações não foram atendidas… sai-se da mera especulação do “ah, acho que teve desvio de dinheiro” para fatos mais objetivos.

  2. Galera, acho importante ficar de olho nesse seguinte ponto:
    “O vice-diretor e o diretor do campus, que recepcionaram os oficiais, relataram que a ocupação era liderada por dois estudantes e que os mesmos documentavam suas atividades por meio de página na internet. Todavia, não foi possível a identificação de qualquer aluno, uma vez que os ocupantes argumentaram que se tratava de um movimento estudantil, sem qualquer liderança.”
    Isso é claramente perseguição!!!!!

  3. Lute Proteste Participe “Derrotar os inimigos do povo pela força das Ruas!”.

  4. Mario Medina disse:

    …”documentavam suas atividades por meio de página na internet”
    Será que sou eu? Será que é fulano ou beltrano? Porque isso é claramente uma tentativa de penalizar supostas lideranças para que os estudantes entrem em estado de medo.É sempre assim,eles querem cortar cabeças,não importa qual.Eles sempre querem um bode expiatório pra parada.
    Após a ocupação de 2008 eu fui prestar depoimento na polícia federal e a delegada queria porque queria uma liderança.Eu falei pra ela que a maioria era anarquista e nem aceitava liderança.Mas…eles querem um bode expiatório.Quando fomos detidos pela PM nos interrogaram na mesma hora quem era o líder.Encheram o saco.Eles queriam um líder de qualquer jeito.Na oitiva da sindicância interna da universidade nos perguntaram exaustivamente quem era o líder.Insistiam nisso.Eles querem cortar cabeças,querem dar o exemplo. Se esses fascistas pudessem,fariam o que fizeram com Tiradentes,pendurariam nossos membros em postes como recado.
    Ridículo o papel que esses caras cumprem.

  5. E não é que a roça ainda tem salvação???? Primeiro se redefiniu uma pauta de revindicações (tomara que a partir de agora ela sera cuidadosamente trabalhada nas bases, como o CA de História tentou fazer – http://cahisunifesp.wordpress.com/2012/04/16/relatoria-assembleia-de-estudantes-de-historia-em-11-e-12-de-abril-de-2012/ – e evidentemente não foi ouvido) e agora a Justiça Federal se nega a conceder outra reintegração de posse, exigindo que a universidade comprove em 5 dias o que foi feito pra sanar seus conflitos… Aí a coisa muda de figura…

    Mas os velhos problemas persistem: a ânsia de promoção pessoal, a busca de legitimação em meios externos, a intromissão de partidos políticos no movimento, a intransigência por parte do comando de greve (aliás o que seu membros tem tanto a temer que não mostram a sua cara???) em aceitar opiniões diversas na condução das coisas, assim como o caráter de dever moral que foi imposto a tudo isso (o que certamente afastou muita gente que poderia enriquecer e contribuir sobremaneira para o nosso movimento), e, no meu caso, o fato de que não irei mais me formar este ano (e por conta disso perderei concursos públicos que seriam uma oportunidade de eu ter um emprego que não só seria atinente à minha formação como seria uma oportunidade em trabalhar com algo que eu gosto) são sérios empecilhos que podem botar tudo a perder.

    Já perdemos muito tempo e energia (mais de 70 dias) em conflitos inférteis que só serviram pra causar sérios prejuízos à nossa causa; está mais do que na hora de nosso movimento ser o meio pra que pelo menos tenhamos garantias concretas de que nosso problemas terão alguma solução (ainda que a médio ou até mesmo longo prazo) ao invés de ser um meio para arranjarmos mais problemas…

  6. spirituarise disse:

    Mas gente… Vocês não compreendem que os fins justificam os meios? Toda violência praticada, toda moral diluída, todo apoio a partidos de extrema esquerda, a violência contra docentes, alunos, funcionários, a destruição do patrimônio público, os gritos de veemência contra a Policia militar, a invasão e destruição do patrimônio público privando o direito dos alunos de terem aulas, o dinheiro gasto perdidamente para manter a universidade, gente, tudo isso faz parte da luta, vocês reacionários são vergonhosos mesmos, não abarcam a magnitude de se interferir nos direitos de cada um por um bem maior, tenho pena de vocês. Pessoas de bem, ética, honestidade e moral,
    NÃO PASSARÃO!

  7. spirituarise disse:

    Não creio no que é mais danoso: A homilia dos esquerdistas, ou os mesmo arriscarem fazer-nos ter fé que as dificuldades da reitoria e do campus somente surgiram a público por motivo da invasão e greve dos mesmos. Qualquer incriminação quando bem feita surtiria efeitos mais rápidos e mais eficazes, agora pergunto-me, não seria muito mais dinâmico se tivessem sentado a bunda nas cadeiras, produzissem algo de útil, e fizessem micro política pelo menos local ou social, mostrando aos alunos provas consistentes de irregularidades no campus, atuassem por meio da lei e com o mínimo de moral e honestidade?

    Vocês crêem que são tão politizados e fazem o que tanto julgam como errado. A greve em todos os casos será e está sendo infrutífera, a invasão e ocupação do campus de mesmo modo, o campus não vai melhorar ou se tornar uma universidade popular por causa de meia dúzia de analfabetos que acham o vestibular uma forma de segregação, a universidade tem com papel formar profissionais, e não cidadãos ou homens de luta. Querem-se mudar alguma coisa, que comece cada um em vossas casas.

    Agora seria, algum desses grevistas/terroristas capazes demonstrarem alguma evidencia que a greve e a invasão/destruição da universidade, têm alguma relação com o ocorrido? Tenho certeza de que não.

    Napalm Em todos!

  8. Júlia Rosa disse:

    Por tudo o que tenho visto e ouvido, acho que nesse Brasil, como em qualquer outro, as coisas somente sao conquistadas PELA FORÇA! Cinco anos para uma licitação sair?!!? E nada de prédio….. Realmente nao da pra ficar esperando a vida inteira sem fazer nada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s