Moção de apoio aos Estudantes da UNIFESP

MOÇÃO DE APOIO AOS ESTUDANTES PRESOS DA UNIFESP DE GUARULHOS

técnicos-administrativos da UFABC

Na tarde do dia 14 de junho de 2012, os estudantes da UNIFESP, no campus de
Guarulhos organizavam um ato, em denúncia às péssimas condições do campus
universitário e da política de educação do governo federal.

O desastroso REUNI implantado em várias universidades federais no país
resultou em turmas inteiras sem sala de aula, instalações precárias ou
inexistentes e a tentativa de expansão do ensino universitário sem estrutura
alguma. Os alunos da UNIFESP de Guarulhos organizaram um ato em defesa da
educação pública de qualidade e de denúncia às péssimas condições do campus o
que resultou com a prisão de 26 estudantes, 23 dos quais estão sendo
encaminhados neste momento ao presídio de Pinheiros.

Na UFABC, se não padecemos dos mesmos problemas que o campus de Guarulhos,
temos as mesmas dificuldades com relação ao trato do governo federal com os
técnicos administrativos e a educação. Para este governo, parece ser
preferível direcionar 40% do orçamento da união para pagamento da dívida
pública a investir em serviços públicos básicos como educação e saúde. Aos
que questionam esta ordem são castigados com repressão e prisão.

Nós, técnicos administrativos da UFABC, vimos por meio desta moção manifestar
nosso incondicional apoio aos lutadores estudantes que participavam do ato e
reafirmar que lutar não é crime, que sem luta não há conquistas. Também
apoiamos a greve dos técnicos administrativos da UNIFESP, em greve desde o dia
14, por melhorias nas condições de trabalho, contra a privatização do hospital
universitário e pela defesa da pauta de reivindicações nacional.

http://greveufabc.wordpress.com/2012/06/17/mocao-de-apoio-aos-estudantes-da-unifesp/

Esse post foi publicado em Cartas e marcado , . Guardar link permanente.

14 respostas para Moção de apoio aos Estudantes da UNIFESP

  1. Silvia Filosofia disse:

    A Causa
    leduino Bla BlaBla Bla, autêntico pelego, que fica de camarote rindo da situação dos alunos e só ver fotos dos arquivos, traidor da causa ESTUDANTIL, esses gerundianos de uma figa, agora que estamos nós noticiários se travestidos de bonzinhos, Incompetentes mentirosos walter, marcos cezar continuam mentindo em coletiva e toda vez que abrem suas bocas e não merecem ter seus nome em letras maiúscula. Nã admitem a incompetência empurram com a barriga administração, “pedra bastão” só no mundo deles, a maior agressão e o que esses incompetentes não estão fazendo” vamos para frente da casa deles nos manifestar e mostrar para os vizinhos deles que estão morando perto de administradores incompetentes e politiqueiros igual aqueles de Brasília. O walter e tão ruim, tão ruim, mais tão ruim que nem sabe o nome do trairá leduino o nome dele é “luiz leduino de salles neto” acorda Reitor “luiz leduino de salles neto” decora 2+2=4, 3+3=6, 5×5=25, acorda Reitor, fora marcos cezar, fora walter, fora cazuza, fora miguel e fora leduino e vc já vai tarde!!!!!!!!!
    Ah e somos a primeira Universidade da América Latina, que não consegue colocar um tijolo encima do outro, somos também a primeira Universidade que os pais matriculam seus filhos para ter aulas com as condições mínimas desejadas pagas com o dinheiro do contribuinte e buscam eles no cadeião. Acorda Reitor, sindicância precisa você!

  2. Luiz disse:

    Vale lembrar que essa imagem é meramente ilustrativa, pois o campus não recebe essa quantidade de alunos há um bom tempo!

    • Marcos disse:

      Essa foto é da assembléia do dia 10 de maio. Dia de virada dupla. Inesquecível!

      São Paulo 3 X 1 Ponte Preta

      Estudantes 5 X 0 Canudeiros

      Boa escolha, nobres comandantes. Apesar da primeira – a do reaçacídio – representar melhor o corpo discente, também com aqueles favoráveis a greve que não compareceram nas seguintes, a assembléia do dia 10 de maio sem dúvida foi a mais bela.

      • Júlia Rosa disse:

        “A gente faiz greve todo o ano e não consegue mudá!”

      • Marcos disse:

        “Se você vai se incomodar é melhor se mudar
        Não adianta nem tentar voltar, porque agora:
        Nóis vamô invadí sua sala”

        • Júlia Rosa disse:

          Depois não vai ficar chorando todo cagado quando for preso pela PM, levar bala de borracha e ser interrogado pela PF! Olha lá!!!! rapaz!

          • Marcos disse:

            Não sou lá muito corajoso, como nossas heroínas e nossos heróis que estiveram ou estão na linha de frende. Na verdade sou até contrário àlgumas ações, porque a maioria são jovens felizes com hormônios em alta e acabam se machucando por não medirem as consequências… mas como aceito representatividade, não vou de modo algum questioná-las: piquetes, só no berro, para garantir que a decisão da maioria seja respeitada; para garantir que não haja prejuízo, não está entre elas. Aliás, como sou medroso, caso outros setores que estão em greve voltem e a maioria decida manter a de alunos, colaboro socialisticamente me comprometo a doar umas cornetas de plástico e R$ 50 ao digníssimo comando, para cada piquete bem sucedido.

        • Marcos disse:

          Michael Bay precisa aprender como fazer objetos robóticos em movimento parecerem reais e como ofuscar o indesejável em gravações extremamente movimentas, com tomadas rápidas, que cobrem a totalidade do cenário. Sério, alguém que assistiu Transformers consegue focar na luta principal e não ficar puto com aqueles movimento leves dos robôs pesadões? Aí, Michael Bay, contrata a garota que fez esse vídeo — que, aliás, não é do comando de greve e não gostou de vê-lo publicado aqui.

          Gravações não são proibidas pelo valoroso comando, o que aconteceu foi pedido acatado pela maioria na assembléia do dia da ocupação, para que não houvesse registro da imagem de quem estava ali votando a ocupação (dããã) — que, aliás², é uma decisão de ocasião e nem precisa de assembléia. Essa frescura foi um deslize do até então impecável comando de greve, provavelmente para não dar munição aos *do contra* desesperados… enfim, ô perdôo, o comando tem bastante crédito… no dia dessa assembléia aí varias pessoas estavam filmando e fotografando…

          Ah, quem MUGIA HISTERICAMENTE BERROS BEM ALTOS era um grupo de anti-grevistas que estava naquela parte central cheia de mato, esse grupo foi praticamente o único que ficou quando os grevistas levantaram as mãos. Os anti-grevistas que estavam dispersos, caíram fora na mesma na hora, antes do anúncio oficial — não é indigno reconhecer a derrota e sair antes que comece ser humilhado… se tivesse contagem ia ser ainda mais constrangedor para os que ficaram… os sanguinários derrotados, devem, no fundo, agradecer a briga, isso sim.

          Mãos e pulação! Mãos e pulação! Mãos e pulação! Linda vitória!!!

      • Lou disse:

        Seria no mínimo honesto colocar a foto do fatídico dia da assembleia intercampi mostrando que não tinha mais de cem alunos durante a assembleia e na hora daquela ação idiota esse numero não chegava a 50!

      • MM disse:

        Sem contar que já foi mais que provado que esse video foi manipulado, até porque estamos carecas de saber que só o comando pode fazer imagens das assembleias. Por que, né? Essa câmera não abrange a totalidade de alunos presentes no campus. Esse video só prova que os lacaios do comando são muito histéricos e bem orientados, pois se aglomeraram bem na hora da votação! Ah, tbm teve aquela história da audiência publica com o intuito de manipular as opiniões… E se o contraste era tão evidente, por que a mesa se negou a contar os votos, né? Manipulação, manipulação, manipulação! Até a forçação de barra para criar um pretesto para uma briga foi pura manipulação. Vergonhoso!

  3. Júlia Rosa disse:

    Por que não se investe em Educação no Brasil?

  4. Um pouco da verdade disse:

    A HISTÓRIA QUE QUASE NENHUM DOCENTE DE PÚBLICA CONTA. EM ALGUNS CASOS, SE CONTAR SERÁ PERSEGUIDO IMPLACAVELMENTE E O QUE SÓ TIROU DIPLOMA POR PROCESSOS SAFADOS NUNCA SOUBE

    Quando custa uma universidade pública? Cerca de 15 bilhões. R$ 5 bi é com infraestrutura:tudo da aluno carente precisa (alojamento, comida livro e bolsa), residencial para docente e funcionários, biblioteca de qualidade,etc. Os outros R$ 10 bi é para ser aplicado na rede básica para produzir o que universidade prescinde para ter o mínimo de qualidade, e disso nem preciso dizer que a maior parte é para pagar salário docente.

    As nossas universidades públicas começaram com JK, o qual fundou 10. Quanto gastou por isso? PRATICAMENTE NADA. O que fez foi juntar alguns núcleos cursos isolados num pacote e se deu o nome de universidade. E na maioria dos casos, designou terreno conseguido por doação (coisa que até turma de construtora entrou alegremente) para ser o campus. Obviamente todos os terrenos ¨doados¨ exigiram gastos fabulosos só com fundações, como a história mostra. E enquanto não, continuariam funcionando nos mesmos prédios de sempre e em alguns casos em espaço cedido da rede pública. E tudo SEM GASTAR UM CENTAVO A MAIS COM REDE PÚBLICA DE ENSINO BÁSICO.

    Por que a classe docente superior deixou tudo isso acontecer sem um suspiro de protesto? Em tais criação de universidade tinha um presente maravilhosos para todos: os cargos administrativos seriam ocupados por esses ganhando extra. Porquanto, deixaria sala de aula, espaço lúgubre, mal cheiroso e cheio de aluno com as piores deficiências, sem perder um centavo e as benesses da carreira docente, mais extras com possibilidade de ir até ao infinito. Fora os ganhos políticos dos mais importantes.
    (Cont)

    Veio a ditadura e precisa atuar nesse quadro por haver um inimigo feroz: estudante de nível superior. Era preciso levantar bilhões para fazer os campi universitários. E nem isso queriam, as construtoras com sempre estavam na jogada, mas que fosse cidade universitária: Tinha que ser coisa tão inóspita para pobre que mesmo que fosse só para ir uma aula para seguinte precisaria ter carro.
    A turma delfiniana entrou em campo para conseguir fábulas via empréstimos internacionais MEC/USAID. Como há certas coisas que provocam vergonhas mesmo em facínoras, precisar explicar como gastar bilhões com curso superior sem ensino básico, educação para o povo. Eis que entra em cena o MOBRAL. E ficou assim: dos bilhões vindo se gasta centavos com educação para o pouco e os demais com construtoras para fazer cidades universitárias.

    Construída essas cidades universitárias, uma enormidade de problemas surgiram e um era gritantes: como conseguir docente para tanto, havendo dois subtraendo: mais cargos administrativos e.. alguns indesejáveis que precisavam perseguir e demitir. A grosso modo resolveram isso delegando ao general que cuidada da universidade pública (toda essa tinha gabinete comando por gente do serviço de informação, sendo reitor apenas boneco de figuração) . Esse passou nomear como docente tudo quanto era escória social e com mais gosto quanto mais escória fosse (O CONCURSO ERA FAJUTICE, SALVO EXCEÇÕES, MAS ESSAS O GENERAL TENTAVA POR TODOS OS MEIOS EVITAR A NOMEAÇÃO ). Precisava até que o sujeito se fingisse de esquerda para fazer relato e denunciar ao general e não só, aluno, como todo e qualquer. Alguns aproveitaram, já que desejava que general nomeasse esposa/amante, parente, amigo, etc para vaga, para delatar docente. E alguns casos, para o sujeito tomar fugir, bastava esse colocar bilhetinho por baixo da porta do gabinete do docente, dizendo-se amigo anônimo e que estava sabendo que o general desconfiava que esse era comunista.

    Veio do tempo dito de redemocratização: a primeira providência foi tocarem fogo em todos os arquivos do general, alguns foram pelo fato do general cumprir o prometido, e com um prêmio: EFETIVAÇÃO DE TODOS SEM CONCURSO. E um dado: a quantidade de cargos administrativos estava estagnada. Para tanto, criaram a figura dos campi para o interior, na imensa maioria nada além de escola pública cedida pelos municípios. Esse precisava ter curso superior para diplomar docente que prestasse e tendo sem prestar, de onde viria aluno para fazer curso superior? Como o que interessa mesmo era o cargos administrativos, isso era questão para safado colocar.

    O governo Lula fez tal qual JK, com alguns adendos próprios e com algumas atualizações exigidas pelo tempo e nada mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s