Boletim do Comando de Greve de 18 de junho

NA UNIFESP GUARULHOS PM INVADE O CAMPUS, EXIGIMOS:

RETIRADA DE TODOS OS PROCESSOS IMEDIATAMENTE!
NENHUMA PUNIÇÃO AOS PRESOS POLÍTICOS!
FIM DA CRIMINALIZAÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL!

Mais uma vez, na noite do dia 14 de junho, a Polícia Militar invadiu a Escola de Filosofia, Letras e Ciências da Universidade Federal de São Paulo para reprimir a luta política dos estudantes que lutam há 88 dias pelas reivindicações de infraestrutura universitária em defesa do ensino público e gratuito e pelo fim dos processos políticos.

Após assembleia intercampi, os estudantes realizaram uma manifestação de rua, retornando à universidade. A PM prendeu primeiramente uma estudante, a seguir disparou balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e bateu nos manifestantes. O diretor Marcos Cezar de Freitas deu a ordem para a sua secretária chamar a força policial. Depois, foi de conhecimento de todos que havia um acordo UNIFESP-PM.

Os 26 estudantes ficaram na Superintendência da Polícia Federal, onde foram presos por 24h, com ameaça de serem levados para o Centro de Detenção Provisória. Alegava-se formação de quadrilha, depredação do patrimônio público, pichação de área verde, e constrangimento ilegal, ou seja, além da repressão e tortura dos companheiros e companheiras presos, criminalizaram o movimento estudantil.

A crise política se intensificou com o não atendimento da pauta de reivindicação dos estudantes e a intransigência da Reitoria que, só depois de 80 dias de greve, acenou ir negociar com estudantes no Campus Guarulhos. Quando os estudantes estavam em ato político, a polícia militar os reprimiu de forma truculenta.

Não bastasse esta barbaridade, suspeita-se do monitoramento dos estudantes do comando de greve. Os celulares dos estudantes estão com a PF, apesar de ter sido retirada a acusação de formação de quadrilha. Alguns professores também vergonhosamente foram delatores de estudantes que estavam no ato político, embora, oficialmente, declarem que não reconheceram os estudantes. É importante esclarecer que um grupo de docentes não identificou os estudantes presos, mas militantes do movimento estudantil testemunharam a delação por parte de alguns professores. Exigimos do Governo Dilma e da Reitoria:

Retirada de todos os processos políticos imediatamente!

Nenhuma punição aos presos políticos!

Atendimento imediato da pauta de reivindicações!

Abaixo a repressão e a criminalização do movimento estudantil!

Esse post foi publicado em Cartas. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Boletim do Comando de Greve de 18 de junho

  1. Alpha disse:

    Não há criminalização alguma de estudante, trata-se apenas de alguns vagabundos que devem pagar pelo dano que causaram. Que as pautas de interesse COMUM A TODOS os estudantes sejam atendidas, de resto.. punição severa e exemplar a qualquer um que agiu fora da lei!

  2. True disse:

    O que eu acho engraçado é ver alguns estudantes exacerbando os eufemismos. A ação da polícia é truculenta, a do Comando de Greve é equivocada. A criminalização do movimento estudantil pois os atos são políticos, ou seja, o movimento quer privilégio perante a nossa constituição e a letra da lei… Daqui a pouco vão falar que botar fogo na UNIFESP é legítimo e não deve ser crime pois é um ato político.

    Só aqui mesmo. E ainda vem professor lá da puta que pariu, de Minas Gerais que não conhece porra nenhuma do campus guarulhos, escrever cartinha de apoio a essa merda de movimento estudantil.

    • Júlia Rosa disse:

      E sabe o que é mais interessante? Todo mundo terminou lindamente seu semestre para iniciar a greve, enquanto nós não tivemos esse direito! dai fica fácil mandar moção de bosta da PQP!!! gente hipócrita! Du Ca!!!

  3. Jeferson disse:

    ” NA UNIFESP GUARULHOS PM INVADE O CAMPUS, EXIGIMOS” :

    ‘Exigimos’ ?. Desde de quando vocês podem exigir alguma coisa.
    Exigir que os vândalos não respondam pelos seus atos ?.

  4. Saúlo disse:

    Vocês não tem de direito de exigir nada. Seu bando de marginal. Dizem que estão lutando por melhorias no campus mas só conseguem piorar o que já estava ruim. Cade o pessoal da xerox que não voltou mais depois da ocupação? e o bandeijão que foi roubado, vcs levaram todas as comidas de lá. Fazem pichação no prédio recém pintado. Fazem o que querem e não querem pagar as consequencias? e ainda querem exigir. Tem que ir preso td do cumando principalmente os covardes que correram qndo a policia chegou no campus, isso aquele velho de cabelo branco.

    • Personal Trainer da Capivara disse:

      “… vcs levaram todas as comidas.” Pega leve, tem um por quê. RATOS UNIVERSITÁRIOS precisam se alimentar bem! Afinal, quebrar janelas cansa! Escalar o prédio e pichar bem alto, também. Ficar pulando feito idiotas, nem se fala!

      Você não imagina quantas calorias aqueles RATOS perdem. Ô, dó… só a Capivara que não perde peso, a atividade dela é pseudo-intelectual. hahahahha
      Mas ela quer mudar, ganhou muita grana nesta paralisação e resolveu investir no CURPINHO.

  5. Depredar e destruir: eis a práxis dessa filosofia... disse:

    “Exigimos do Governo Dilma e da Reitoria:”

    Quem são vcs pra exigir alguma coisa?

    Só vão pra faculdade pra fumar erva e quando vão destroem tudo. E ainda se acham no direito de exigir alguma coisa????

  6. Arlindo disse:

    Não foram prisões políticas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s