Audiência Pública: Debate sobre criminalização do movimento sindical e estudantil

Evento:    Reunião da Comissão de Educação e Cultura com a finalidade de apreciar pauta com 20 itens e realizar Audiência Pública para promover debate sobre a criminalização dos movimentos sindical e estudantil nas universidades estaduais paulistas e o financiamento dessas universidades e do Centro “Paula Souza”.

Local:    Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – Auditório Franco Montoro
Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Ibirapuera

Horário: 14:30

Solicitante: Comissão de Educação e Cultura

Site: ALESP

Esse post foi publicado em Acontece fora do campus e marcado , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Audiência Pública: Debate sobre criminalização do movimento sindical e estudantil

  1. > disse:

    Estudar que é bom nada

  2. Júlia Rosa disse:

    Camaradas! E as OCUPAÇÕES! ESTOU AGUARDANDO ANSIOSAMENTE! Por favor! vamos ocupar ou mudem o tema deste blog UNIFESP EM GREVE e…… tá OCUPADA pelo Marcos Cezar, isto vai ficar barato???

    • Diretoria Acadêmica - Campus Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo disse:

      Tentaram uma colônia de ocupação, e foram exemplarmente DESOCUPADOS!

      • Júlia Rosa disse:

        Cara Diretoria,

        O porquê da massa de manobra não ocupar novamente, é devido às (não é preciso nem investigar para saber disso) ocupações reiteradas, simplesmente;
        NÃO PODEM OCUPAR NADA, sob pena de serem detidos até sentença judicial!
        Você acha que vão ficar sem leite quente e beijo de boa noite no cadeião de Pinheiros??? Isso é muita tortura, meu velho!

        Aliás, poder eles podem, mas ninguém tem CULHÃO pra isso, afinal como livrar os cumandados novamente da prisão, depois de terem comprometido-se (em ofício) a não ocupar novamente na polícia federal?!?!? Afinal são os “federal” né, cara! e haja advogado(a) fudidão pra libertar a boiada…..
        Caso ocupem serão detidos novamente até o julgamento do processo!

        Mas não vão ocupar mesmo, porque são muito LIBERTÁRIOS e ANARQUISTAS!!! tenho até medo….

        Voltando em minha dúvida inicial:

        QUANDO SERÁ A DATA DA PRÓXIMA OCUPAÇÃO??? CAMARADAS!?!?!?!

        PS.: assim que a Diretoria for ocupada novamente alistarei-me às forças revolucionárias! Promessa é dívida, hein!

        • Marcos disse:

          O termo circunstanciado é individual, não existe judicialmente “O Comando de Greve”, É só fazer rodízio, prevenindo que os →PRESOS POLíTICOS← estejam na UNIFESP caso ocorra ocupação>pedido de reintegração de posse>concessão limnar de *reintegração de posse>recusa ao aviso de reintegração

          *Quando não há dano nem perda não cabe ação criminal, sejam organizados e sábios, amados grevistas.

          • Júlia Rosa disse:

            Mas camarada, o problema é que houve dano, e muito!!! inclusive violência!!

            Vamos a um raciocínio lógico: quanto mais “presus pulíticos” mais processos correndo individualmente, mais trabalho, mais apensamentos sobre novas acusações de ocupações de espaço público, depredação etc…! é uma bola de neve! Ufa! mas ainda bem que o Cu-mando tem bastante advogado Bão!!!
            Já estou perdendo a esperança de presenciar uma nova ocupação!

            Ps.: achei muito fofo “sábios, amados grevistas”! agora eu sei quem é você, danadinho! o Mestre dos Magos!

    • Marcos disse:

      Percebe-se que você tá doidinha para armar a barraca, mas devia ter aproveitado a vitoriosa segunda ocupação, agora acho que outra não ocorrerá tão cedo: é melhor deixar o Marcos Cezar aquartelado, e só reconquistar a Universidade quando ele já estiver bem desgastado, como ato culminante para vivrar-nos do tirano. Veja, companheira, podemos fazer um paralelo da futura reconquista com a operação Bagration, realizada pela gloriosa União Soviética na IIGM, responsável pela expulsão da Alemanha Nazista dos territórios soviéticos e a maior derrota do Exercito Alemão, sendo, então, o levante que mais ajudou na libertação do Mundo.

      Senhores sábios grevistas, tomem como lição; deixem eles lá, esperem, pacientes, aí, quando os tiranos ocupantes da UNIFESP estiverem bastante desgastados, retomem-na, dovolvendo-na para nós, estudantes – e, quiçá, realizem assim o levante que dará início à libertação do mundo. Tenho certeza que será rápido e sem possibilidade de reação.

      Adeus, Cezar! Ave, Comando!

      • Júlia Rosa disse:

        Mas, camarada, agora que me decidi pela marcha revolucionaria nao haverá mais ocupação?!!? To chatiadissima com isso!

        • Marcos disse:

          Ainda tem sexo, docinhos e tropicália… dont give up!

          • Júlia Rosa disse:

            Que isso cumpanheiro, quer dizer CAMARADA!, por muito menos eu adiro, por exemplo, vergonha na cara, honestidade, coragem, transparência, etc…

            Tem que melhorar muito mais esse chamariz aí para os indecisos como eu, afinal “sexo, docinhos e tropicália” a gente acha em qualquer esquina, meu bem! Ah! mas isso é novidade pra vc né criança!?!?!? Aproveita!

      • Júlia Rosa disse:

        Só mais uma coisa camarada Marcos, desculpe minha vacilância, mas é só isso que eu preciso saber para aderir à marcha:

        O Cu-mando é devidamente adestrado com as táticas de guerra do exército prussiano?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s