Reunião da Congregação amanhã, 02/08 – às 16h00

Amanhã, dia 02 de agosto, acontecerá a primeira reunião da Congregação depois da intervenção policial  do dia 14 de junho, a pedido da Diretoria Acadêmica, comprovado pelas ligações telefônicas liberadas pela Polícia Militar. O movimento estudantil tem insistido para sejam pautados nos órgãos de governo da Universidade a Presença da PM no Campus, a criminalização do Movimento Estudantil e estrutura de poder na Unifesp, pedidos que tem sido constantemente negados pelo presidente da Congregação e diretor acadêmico do Campus, Marcos Cezar.

Nesta reunião do dia 02 e nas próximas, serão discutidos temas da pauta material e contratação de professores, que afetarão o destino de toda comunidade acadêmica do campus, como infra-estrutura, espaço físico; mudança setor administrativo; andamento das negociações do prédio da Stiefel; utilização do prédio atual; contratação de professores para o Departamento de Letras e  alteração do Regimento da Prograd.

Como adiantamos aqui no blog,  a discussão da retirada do Campus do bairro dos Pimentas será levada à esta reunião, pois há uma pressão muito forte de um grupo de professores propondo tal alternativa, como forma de contornar a crise instituicional que passa a Unifesp e a EFLCH. Um documento armazenado no site da Carta Capital, datado de 25 de julho, traz nas suas 18 páginas um dossiê da atual crise e tece severas críticas a instalação da EFLCH em Guarulhos, ao Bairro dos Pimentas e aos movimentos sociais da região.

Em um artigo publicado no site da mesma revista, “A Unifesp e as soluções provisórias“, dia 27, o professor Juvenal Savian  afirma que “Em 2006, tentou-se fundar um campus ‘na’ periferia, mas esse campus não deve ser necessariamente ‘de’ periferia”. Na mesma página do artigo do professor,  há um link para o dossiê do dia 25: http://www.cartacapital.com.br/wp-content/uploads/2012/07/dossie-sobre-a-crise-da-eflch-unifesp-e-o-bairro-dos-pimentas.pdf

A presença e participação dos alunos é fundamental nas reuniões dos conselhos e comissões da Universidade. Na reunião da Congregação, tem poder de voz e voto somente os membros eleitos, mas é permitida a entrada de qualquer interessado em acompanhar as reuniões do Conselho. É a Congregação o órgão máximo de deliberação e governo do Campus, composto por 70% de docentes – alunos e técnicos-administrativos correspondem aos outros 30% restantes.

Reunião da Congregação  02/08 – às 16h00

Veja também outros documentos relacionados:

O erro de diagnóstico da Unifesp, 21 de junho

solicitação urgente, 19 de julho

Solicitação à congregação, 25 de julho.

A Unifesp e as soluções provisórias, 27 de julho

Esse post foi publicado em Acontece fora do campus, Acontece na UNIFESP, Acontece no campus, Cartas, Informes, Notícias, Saiu na mídia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s