CGU aponta indícios de corrupção na contratação de imóveis alugados pela Unifesp

Contratos  irregulares

Estão em andamento os trabalhos das comissões de sindicância para apurar irregularidades na contratação de imóveis pela Unifesp. Os imóveis em questão estão localizados nos seguintes endereços: –  Rua Coronel Lisboa, 826; Rua Borges Lagoa, 380; Rua Prof. Francisco de Castro, 101 e Rua José de Magalhães, 340.

Em 2010, durante o período de greve estudantil em Guarulhos e Baixada Santista, conforme denuncias publicadas na Folha de São Paulo e Estadão, foram constatados pelo Ministério Público desperdícios na ordem de R$ 1,2 milhão em imóveis com pouca ou nenhuma utilização. Uma Comissão Processante Permanente foi criada para apurar os fatos mas não apontou um parecer conclusivo na época.

Se por um lado a Reitoria sempre utilizou a mídia e toda máquina institucional para criminalizar o movimento estudantil, por outro, esqueceu de esclarecer que os diversos protestos estudantis são devido as más condições de estudo e descaso provocados por ela própria.

Por isso o Jornal Unifesp Livre defende o fim dos processos e da perseguição política aos estudantes e o imediato esclarecimento das irregularidades apontadas pela Controladoria Geral da União (CGU).

Fonte: Jornal Unifesp Livre

Esse post foi publicado em Notícias, Saiu na mídia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s