Expansão na Unifesp continua com abertura de novo campus

Apesar da evidente falta de estrutura em todos os Campi da Unifesp, reconhecida pela própria Reitoria, foi confirmada a abertura de mais um Campus que abrigará o curso de Direito.

O pré-projeto pedagógico[1], elaborado pela Secretaria de Planejamento Acadêmico, com conteúdo pedagógico aprovado pelo CONSU foi lançado nesta semana. Quanto à infraestrutura e localização, foi decidido[2] que ficaria em São Paulo, no Largo do Paissandú, prédio que havia sido cedido para Secretaria das Finanças da Prefeitura que foi devolvido para a União e cedido à Unifesp, para a criação do Instituto de Ciências Jurídicas.

“Há um forte simbolismo nesse prédio, pois nele foi localizada a sede do Departamento da Polícia Federal em São Paulo, durante os anos da ditadura. Transformá-lo em um centro de
disseminação de estudos jurídicos possui uma carga simbólica muito grande que deve ser considerada na sua utilização”, diz o texto do pré-projeto pedagógico do curso que trata da previsão de infraestrutura física.

A Unifesp aderiu ao Reuni – Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – em 2007, e desde então já abriu sete campi, média de um por ano. Além do Campus São Paulo, que já abrigava os cursos da área de saúde antes da adesão ao plano, foram inaugurados campi na Baixada Santista, em São José dos Campos, Guarulhos, Osasco, Diadema, Embu das Artes e nesta semana foi oficiamente confirmado um novo Campus no Centro de São Paulo, desta vez para o curso de Direito.

Uma das críticas do movimento estudantil da Universidade é a fragmentação da Unifesp em diversas unidades por falta de estrutura. Em Guarulhos, por exemplo, os alunos assistem aulas em uma unidade de educação infantil do CEU do município, pois o campus não tem um prédio definitivo para suas instalações. Neste ano está previsto o ingresso de mais 800 alunos.

“Reconhecemos as dificuldades e deficiências que enfrentam neste momento de expansão, mas saibam que fizemos tudo que esteve ao nosso alcance para atendê-los e elevar cada vez mais o valor de nossa Instituição e honrar o nome da Unifesp.” diz  Walter Manna Albertoni, Reitor da Unifesp em comunicado ao Jornal Unifesp do ano passado.[3]

O novo curso a ser instalado no Largo do Paissandú, “próximo de áreas atualmente degradadas da cidade, como a cracolândia”, é também fruto das  políticas de revitalização e reurbanização do centro da cidade, levadas a cabo pelo ex-prefeito da cidade, Gilberto Kassab e que terá continuidade com a atual gestão de Fernando Haddad.

1 – http://www.unifesp.br/index.php?pag=noticias.php&tipo=1&idnoticia=662

2 – http://www.unifesp.br/reitoria/orgaos/conselhos/consu/atas/140312.htm

3 – http://dgi.unifesp.br/sites/comunicacao/pdf/ju_09_2012.pdf

Veja mais:

SOS Sampa: Antigo prédio da polícia federal vai virar campus da Unifesp

Antigo prédio da PF vira novo campus da Unifesp

Esse post foi publicado em Notícias, Saiu na mídia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s